Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Assuntos para ser levados a sério

por Cláudia Matos Silva, em 25.02.14
Atenta aos graffiti que pintalgam os nossos muros, encontrei uma espécie de auto-retrato. Não espantem o bigode, há demasiada testostenona em mim cuja interpretação para uma ilustração acertada, um farfalhudo numa menina que se recusa a crescer e cuja grande obsessão são os doces. A tendência é para ironizar com as minhas fraquezas, não encontro outra alternativa, mas o assunto, compulsão alimentar, não é para grandes brincadeiras. Há uns tempos escrevi sobre o tema, depois fartei-me, como me farto de quase tudo na vida e neste momento julgo ser de alguma utilidade partilhar como consegui perder 30 quilos e a receita para manter o peso estável. É serviço público, por alguém que tão pouco se leva a sério, mas é atenta o suficiente para entender que a seu lado há um mundo de gente que sofre desta terrível compulsão que muitos desvalorizam, culpabilizando o gordito por se ter abandalhado. 
Primeira lição. Ninguém é gordo porque quer. Ele pode rir, brincalhar, é a alma da festa, o primeiro a fazer piadas de gordos, mas nos momentos de solidão quando se olha ao espelho, cai em si e sente-se um falhado. 
Segunda lição. Genericamente, a única culpa do gordinho é da maldita genética que lhe coube em sorte. 

Pensem, culpa-se alguém por ser ruivo, ter nariz torto, orelhas grandes ou mãos pequenas?

publicado às 16:07



Sem Título22.png

 




Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




page visitor counter