Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Tem calma contigo, pá!

por Cláudia Matos Silva, em 02.09.16

32.jpg

Bem sei, testo os nervos do meu homem, diariamente. Ele resiste e com uma nota exemplar vai passando cada uma das provações. Nunca sabe ao certo que mulher dorme com ele na cama, ou quem vai encontrar quando chega a casa e mesmo assim acolhe-me sorridente e de lábios cálidos, tranquiliza-me. Às vezes debate-se, sozinho, o que mais pode fazer para me ajudar?! A maior parte das vezes sente que falha redondamente, eu choro sem que encontre explicação plausível para tal pranto, mas é quando ele me faz rir e rebolar à gargalhar ou mesmo sorver o sal das próprias lágrimas, muco e ranho, que sei ter descoberto a tampa para o meu tacho. Depois dos momentos de doçura noto o horizonte alarga-se, há tampas e os tachos acumulados, gordurentos, esperando que arregasse as mangas e lhes dê o devido andamento. Oiço um estrondo bruto, replica-se durante alguns segundos, corro sobressaltada e vejo-o a segurar a máquina de lavar roupa que ganhando vida própria dá dois pulinhos no ar. 'Tem calma contigo, pá' grita-lhe segurando-a pelas extremidades como quem detém um toiro enfurecido. Não consigo conter a gargalhada histéria, descontrolada. Como se um mal não bastasse, tem duas situações em mãos, máquina vs mulher, ambas à beira de um ataque de nervos. 'Tem calma contigo, pá', repete. Não é fácil a vida deste homem, não é, não.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:54



Sem Título22.png

 




Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D




page visitor counter