Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Rafaello must die

por Cláudia Matos Silva, em 15.02.15

tumblr_m7o6g866FN1r86siso1_500.jpg

 

Ele e ela foram feitos um para o outro, souberam-no instintivamente quando num qualquer mês de Setembro se conheceram. Desde então não se largam, companheiros para a vida, querem fazer-se velhos ao lado um do outro, e essa certeza comove-os às lágrimas. Não são de tristeza, diz ela entre fungadelas, ele sorri, limpa-lhe o nariz e acrescenta são de felicidade. Essa é a celebração diária, partilharem a vida no mesmo sentido da estrada, rumo ao mesmo destino.

 

Hoje, ele chegou a casa às 22.10, como habitualmente. Ela recebeu-o com aquele sorriso e ele desajeitado apresenta-lhe um embrulho feito (mal feito) de improviso camuflando uma caixa do que ela julga ser Ferrero Rocher. É dia dos namorados, diz, como quem lê o pensamento dela 'por esta não estavas à espera'. Sentam-se lado a lado, ele jogando pocker no tablet, ela deleitada com Rafaello, pequenas bolinhas de chocolate polvilhadas com côco. Lambuza-se mas mesmo assim partilha uma bolinha com ele que a devora enquanto se debate em mais uma jogada. Antes fora do seu alcance imediato, agora segura firme o pacote de Rafaello. Ele abana a cabeça com a condescendência de quem conhece aquela mulher, ela raspa o fundo da caixa cheia de papelinhos vazios. Ele já mal sente o sabor do côco na língua, ela aperecebe-se que limpou o sebo a Rafaello. Acabou, diz ela, num tom um tanto fatalista.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:19



Sem Título22.png

 




Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D




page visitor counter