Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Quando é que pretendes crescer?

por Cláudia Matos Silva, em 31.10.14

Natalie-wood-boat.jpg

Ainda a propósito do post desta menina e o direito a não querer ser mãe, lembro o dia em que me encostaram à parede. Uma tarde de quarta-feira, fim de tarde, era Verão, estava sentada num sofá negro os meus pés descalços ao comprido e observava N. com um ferro de engomar, irritado. A casa dele, disse-lhe, cada qual debaixo do seu tecto, nunca me percebeu, mesmo assim dizia que aceitava este meu voto de independência porque me amava. O verniz prestes a estalar e empunhando o ferro, parecia dar-me inadvertidamente um workshop 'como engomar umas calças em cima um móvel do Ikea'. Calada, sentia-lhe os nervos à flor da pele, no fundo o machista que sempre me fez crer não ser, esperneava dentro dele, queria sair, devia ser eu a engomar aquela roupa que lhe pertencia e não o próprio. A minha pacifidade tirou-o do sério e perguntou-me 'Quando é que pretendes crescer?' e sem um pingo de provocação porque era tão verdade há 7 anos como é hoje disse-lhe 'nunca'. Soubemos instintivamente que a relação não iria a lado nehum,  para não sermos diferentes de ninguém, negámos pelo menos um ano, até que depois deixei-o ir à vida que realmente queria ter, para que eu própria pudesse seguir a minha sem qualquer culpa ou remorso. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:16



Sem Título22.png

 




Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D




page visitor counter