Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




O 'flirt' pornográfico

por Cláudia Matos Silva, em 09.12.14

IMG_1620082485384.jpeg

 

Há dias de flirt pornográfico, se isso me faz tão bem ao ego, e tão mal à carteira. Bebo o segundo café do dia, numa esplanada onde reside a esperança, é desta que termino o ultra-fino 'Timbutko' de Paul Auster. Bastam pouco minutos para a certeza de um plano gorado. Sinto-me tentada, em frente a toda a gente, eu a despudorada, naquele enamoramento tão explícito. Estarei a ser observada, mas inconsciente, observo. Não há condições para pegar no livro, abandonado em cima da mesa do café. No telemóvel mais uma ou duas fotos no instagram, espreito as indescrições no facebook, mas o meu sentido teima. Levanto-me e vou directo ao alvo do meu desejo. Um pequeno luxo, ofereço-me os lindos Adidas que da montra continuam a acenar-me, desavergonhados. Se eu mereço, é pergunta inevitável a que um sim gigantesco ecoa desde a ponta do cabelo à unha do pé. Hoje eu mereço, e aproveito a campanha porque amanhã é outro dia e, há por certo, numa qualquer esquina aguardando por mim aquele terrível sentimento de 'imerecimento' que atravanca o caminho dos que estão sempre a pedir desculpa por ter nascido.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:59



Sem Título22.png

 




Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D




page visitor counter