Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Porque o mIRC hoje faz 20 anos...

por Cláudia Matos Silva, em 18.09.15

comp.jpg

Às vezes lembro os tempos do mIRC, e há alguém tão old school quanto eu que atira ao ar 'ddtc'. O msdos e os respectivos comandos faria do pc uma máquina de dificil utilização, motivo pelo qual nessa época se tiraram muitos cursos de computadores que hoje valem zero.

 

Anos 90 e o google não havia sido elevado a oráculo de bellini, existia apenas o yahoo cuja maior parte das questões ficavam por responder e no fundo servia apenas para nos levantar mais duvidas.  O modem ligado à linha telefónica e o barulho estridente não conferia grande privacidade ao que hoje é o simples acto de navegar, uma extenção da nossa mão com um telemóvel carregado de aplicações para que o conhecimento possa fruir, naturalmente.

 

Mas há alguma nostalgia nos primeiros tempo, noite dentro sentia liberdade para me ligar sem que isso embaraçasse alguma chamada para o telefone fixo, borbuletava-me no estômago uma certa excitação da novidade, do desconhecido. A emoção contida de quem tinha o mundo inteiro entre quatro paredes. O momento alto acontecia se ligava o mIRC, tarde e a más horas, ainda não existia messenger e nem vislumbravamos a possibilidade das redes sociais. Dígamos que me sentia afoita perante um teclado e um ecran, confiante, apresentava-me num nick 'open arms' e acolhia de braços abertos todos quantos viessem a bem.

 

A minha vida social, inexistente, terá feito de mim uma adolescente 'ratazana de biblioteca'. Passei-a a ler Florbela Espanca ou Almeida Garrett e certa que o melhor do mundo era sofrer por amor. O mIRC abriu-me horizontes para outras formas de estar na vida, no fundo todos os utilizadores estavam em processo de descoberta mas acima de tudo, auto-descoberta. Muito se terá perdido com a banalização das comunicações virtuais e surge essa consciência no dia em que convidei a minha vizinha a descer um lanço de escadas para conversarmos e ela preferiu ficar agarrada ao chat comigo. Daqui para a frente perdemos o controle neste role de actualizações em apps que regulam os nossos intentos.

 

Nunca terei encontrado um amigo no mIRC, mas tive momentos muito bem passados com anónimos de quem sabia apenas um nick. Agora diz que tenho mais de mil amigos no facebook, amigos, termo tão abusivo para 1039 pessoas que desconheço e pelo tipo de posts que sucedem o meu news feed, prefiro que assim seja. Em todo este percurso de descoberta e auto-descoberta, conclui-se, há demasiada gente com tão pouco para dizer.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:41



Sem Título22.png

 




Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D




page visitor counter