Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




A duna da Cresmina

por Cláudia Matos Silva, em 14.03.15

IMG_5914.JPG

Nada antevia a minha incursão pelo imenso areal do Guincho. Para deserto, basta-me o de ideia ou criatividade, demasiado presente ultimamente. Na duna da Cresmina está disponível um simpático percurso pedonal para se interagir com a natureza, cuja perfeição está a um grão de areia prestes a mover-se ao ritmo do vento, apressado, num corropio de nos deixar os cabelos em pé. Não andei a roer maçãs, nem vi garrafas de óleo boiando vazias nas ondas da manhã, mas fiquei alheada a tudo. Fotografei inquieta montinhos daquela areia dourada que amanhã nos irá oferecer outros tantos montinhos, noutra conjugação, dimensão e forma. Não me deitei nas dunas ou sequer me pareciam divãs, mas é certo que dos meus olhos penetrantes raiavam pensamentos a mais na que já não é a idade dos porquês. Alheada, perdi a noção do tempo e H. quase perdeu o jogo do seu benfica.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:16



Sem Título22.png

 




Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D




page visitor counter